Pra Quem tem Estilo 22 sugestões de plantas pendentes para cultivar dentro de casa - Pra Quem Tem Estilo

Post Top Ad

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

22 sugestões de plantas pendentes para cultivar dentro de casa

 Usar tipos de flores e plantas na decoração de casas é uma excelente proposta para acrescentar um toque de natureza no ambiente levando mais textura, leveza e beleza para o interior e o exterior da residência ou mesmo do estabelecimento comercial. Você pode usar diferentes espécies para enfeitar a sala, o quarto, a cozinha, o home office, a varanda e até mesmo o banheiro do seu lar.

Entre no grupo do telegram e fique por dentro das novidades

 As plantas pendentes são espécies que não se limitam apenas aos vasos onde são cultivadas e fazem questão de transbordar toda sua exuberância pelo ambiente onde estão dispostas.

A melhor forma de ter plantas pendentes em casa é com vasos suspensos. O importante é a planta estar longe do chão. Ou seja, ter um vão para fazer exatamente o que a sua natureza pede: pender, se pendurar.

São várias as espécies de plantas pendentes que você pode ter na sua casa. E a escolha vai variar, principalmente, de acordo com o espaço que você tem e o ambiente.

E pensando sobre isso, resolvemos falar mais sobre tipos de plantas pendentes mostrando para você como usá-las na decoração e também mostrando as espécies que você pode encontrar para embelezar o seu ambiente. Confira!



 01. Aspargo

O aspargo-pendente é uma planta herbácea rizomatosa, pertencente à família Asparagaceae e nativa da África do Sul. Graças ao seu pequeno porte herbáceo e aspecto peculiar de suas várias folhinhas pontudas, são muito bons para plantar em jardineiras e vasos suspensos, como fazemos com as samambaias, valorizando desta maneira sua folhagem pendente e delicada.

O plantio deve ser feito em solo devidamente enriquecido com matéria orgânica para que tenha uma quantidade suficiente, mas não exagerada, de nutrientes.

Graças ao seu pequeno porte herbáceo e aspecto peculiar de suas várias folhinhas pontudas, são muito bons para plantar em jardineiras e vasos suspensos, como fazemos com as samambaias, valorizando desta maneira sua folhagem pendente e delicada.

Graças ao seu pequeno porte herbáceo e aspecto peculiar de suas várias folhinhas pontudas, são muito bons para plantar em jardineiras e vasos suspensos, como fazemos com as samambaias, valorizando desta maneira sua folhagem pendente e delicada.


02. Filodendro-brasil

O filodendro-brasil é uma planta herbácea e tropical, que apresenta folhagem de cores vivazes, contrastantes entre si, oferecendo um visual estonteante. 

O nome ‘Brasil’ é uma referência ao verde-amarelo da bandeira brasileira. Suas folhas são ovadas a cordiformes, acuminadas, brilhantes, coriáceas, de cor verde escura e com o centro verde-limão. 

Este belo filodendro é ideal para plantar em vasos ou cestas pendentes, adornando interiores bem iluminados. 

Também pode ser plantado em canteiros, fazendo às vezes de forração de meia sombra. Seu crescimento inicial é lento, mas a cada verão ela vai se desenvolvendo e passa a crescer cada vez mais rápido e com mais vigor. Exige pouca manutenção, que consiste em conduzir os primeiros ramos e fertilizar semestralmente com um bom adubo orgânico. Fertilizantes foliares, próprios para folhagens, aplicados quinzenalmente conferem viço extra à planta e estimulam seu crescimento.

Este belo filodendro é ideal para plantar em vasos ou cestas pendentes, adornando interiores bem iluminados.

Este belo filodendro é ideal para plantar em vasos ou cestas pendentes, adornando interiores bem iluminados.





03. Monstera Oblíqua

A Monstera obliqua também conhecida como Imbé-Furado-Miúdo, é uma planta trepadeira de grande porte que ornamenta muito bem os interiores e exteriores de casas. Essa planta vive bem à meia sombra ou completa, pois não tolera incidência direta do sol. Sendo assim, procure manter a planta em um local com pouca luz e na sombra.

A Monstera obliqua também conhecida como Imbé-Furado-Miúdo, é uma planta trepadeira de grande porte que ornamenta muito bem os interiores e exteriores de casas.

A Monstera obliqua também conhecida como Imbé-Furado-Miúdo, é uma planta trepadeira de grande porte que ornamenta muito bem os interiores e exteriores de casas.



04. Barba de Moisés

É uma planta de pequeno porte, herbácea e que cresce no sentido horizontal, o que a torna ótima para ser usada como forração. Por armazenar água, ela é considerada uma suculenta.

O cuidado é simples, mas requer atenção: ela gosta de sombra ou meia-sombra, já que o sol pode queimar as folhinhas. Porém, isso não significa que você não possa tê-la em ambientes externos, caso haja outras espécies protegendo-a da luz. Um pouco de claridade já é o suficiente, pode ser atrás de cortina ou vidraças e até mesmo ter outras plantas maiores que a projetam da iluminação direta.

Além de cobrir o solo e transbordar pelas beiradas dos vasos, a barba-de-moisés também é ideal para vasos de mesa ou até mesmo jardins verticais.

Além de cobrir o solo e transbordar pelas beiradas dos vasos, a barba-de-moisés também é ideal para vasos de mesa ou até mesmo jardins verticais.

Além de cobrir o solo e transbordar pelas beiradas dos vasos, a barba-de-moisés também é ideal para vasos de mesa ou até mesmo jardins verticais.






05. Dinheiro em penca

Quem já viu a planta dinheiro-em-penca provavelmente se encantou com suas pequenas folhas ornamentais. Também conhecida como tostão ou dinheirinho, ela faz sucesso nos ambientes internos e chama atenção na decoração. 

Nativo do México e muito comum em toda América Central, o dinheiro-em-penca é uma planta herbácea e rasteira, cujo porte não ultrapassa 15 cm. No entanto, quando o cultivo ocorre em vasos suspensos, a plantinha forma uma bela cascata com sua folhagem.

As folhas são ovaladas e verdes. Contudo, quando a plantinha recebe mais luz solar, a folhagem adquire uma linda tonalidade acobreada. Produz pequenas flores brancas, mas sem valor ornamental. 

Quem já viu a planta dinheiro-em-penca provavelmente se encantou com suas pequenas folhas ornamentais. Também conhecida como tostão ou dinheirinho, ela faz sucesso nos ambientes internos e chama atenção na decoração

Quem já viu a planta dinheiro-em-penca provavelmente se encantou com suas pequenas folhas ornamentais. Também conhecida como tostão ou dinheirinho, ela faz sucesso nos ambientes internos e chama atenção na decoração



06. Samambaia

Espécie nativa de matas, mas muito cultivada para dentro de casa, a samambaia é uma grande tendência nos projetos de decoração. Algumas são mais rústicas, outras mais sensíveis, mas todas dão um belo caimento e transformam qualquer cantinho.

Os tipos de samambaia se diferem desde a sua coloração até o formato de seus galhos e folhas.

É muito comum a utilização de variedades de samambaias também para se fazer um jardim vertical, pelo fato de que além delas serem lindas, a rega delas se combinam, e normalmente não é necessária muita poda.

a samambaia é uma grande tendência nos projetos de decoração. Algumas são mais rústicas, outras mais sensíveis, mas todas dão um belo caimento e transformam qualquer cantinho.

a samambaia é uma grande tendência nos projetos de decoração. Algumas são mais rústicas, outras mais sensíveis, mas todas dão um belo caimento e transformam qualquer cantinho.






 07. Rhipsalis Cacto macarrão

Outra sugestão de planta pendente é a rhipsális-macarrão, conhecida por suas folhas que lembram uma bela macarronada, como o nome sugere.

Além do formato original, a planta encanta por ser de fácil manutenção e por produzir frutos que atraem passarinhos. Além disso, ela costuma ser descrita como um suculenta. 

Lembre-se de que a espécie é um cacto, por isso não precisa ser regada com tanta frequência. 

Outra sugestão de planta pendente é a rhipsális-macarrão, conhecida por suas folhas que lembram uma bela macarronada, como o nome sugere.  Além do formato original, a planta encanta por ser de fácil manutenção e por produzir frutos que atraem passarinhos. Além disso, ela costuma ser descrita como um suculenta.

Outra sugestão de planta pendente é a rhipsális-macarrão, conhecida por suas folhas que lembram uma bela macarronada, como o nome sugere.  Além do formato original, a planta encanta por ser de fácil manutenção e por produzir frutos que atraem passarinhos. Além disso, ela costuma ser descrita como um suculenta.



08. Peperômia Pendente

A peperômia pendente é linda para decorar prateleiras e estantes com muito charme. A cor da folhagem varia das mais claras às mais escuras.

Apenas evite colocar a peperômia pendente com a luz direta, assim as folhas crescem lindas no vaso, caindo na decoração de casa na medida certa.

 
A peperômia pendente é linda para decorar prateleiras e estantes com muito charme. A cor da folhagem varia das mais claras às mais escuras.

A peperômia pendente é linda para decorar prateleiras e estantes com muito charme. A cor da folhagem varia das mais claras às mais escuras.





09. Lambari

A Lambari (Tradescantia zebrina) é uma planta quem vem se popularizando e ganhando muitos adeptos. Comumente encontrada em projetos paisagísticos, a planta agora também pode ser vista na decoração interior de casas e apartamentos, esbanjando charme com suas folhas que caem em efeito cascata.

Essa planta é bastante rústica, fácil de cultivar e se reproduz facilmente por galhos, além de suportar uma boa gama de iluminação: desde sombra até sol pleno.

A Lambari (Tradescantia zebrina) é uma planta quem vem se popularizando e ganhando muitos adeptos. Comumente encontrada em projetos paisagísticos, a planta agora também pode ser vista na decoração interior de casas e apartamentos, esbanjando charme com suas folhas que caem em efeito cascata

A Lambari (Tradescantia zebrina) é uma planta quem vem se popularizando e ganhando muitos adeptos. Comumente encontrada em projetos paisagísticos, a planta agora também pode ser vista na decoração interior de casas e apartamentos, esbanjando charme com suas folhas que caem em efeito cascata

A Lambari (Tradescantia zebrina) é uma planta quem vem se popularizando e ganhando muitos adeptos. Comumente encontrada em projetos paisagísticos, a planta agora também pode ser vista na decoração interior de casas e apartamentos, esbanjando charme com suas folhas que caem em efeito cascata



10. Jiboia

A planta jiboia é uma ótima opção para decorar a casa. É uma trepadeira com oito espécies diferentes e é muito fácil de cuidar, por isso é a escolha de muitas pessoas que querem dar um toque verde ao espaço. 

São bem simples de manter e exigem poucos cuidados. Então, são perfeitas para ambientes internos. Mas lembre-se de que elas podem ser tóxicas para animais e crianças.

A planta jiboia é uma ótima opção para decorar a casa. É uma trepadeira com oito espécies diferentes e é muito fácil de cuidar, por isso é a escolha de muitas pessoas que querem dar um toque verde ao espaço.

A planta jiboia é uma ótima opção para decorar a casa. É uma trepadeira com oito espécies diferentes e é muito fácil de cuidar, por isso é a escolha de muitas pessoas que querem dar um toque verde ao espaço.






11. Flor de maio

A flor de maio, ou Schlumbergera Truncata, é uma planta suculenta. Está presente em várias residências do país. Sua origem é na mata atlântica brasileira. Ela é da família dos cactos, porém, não tem espinhos.

Na natureza, a flor de maio utiliza os troncos de árvores como suporte. Por essa razão ela é comparada a orquídeas e bromélias. Ela pode chegar a até 60cm de comprimento. Suas flores possuem várias cores e tons.

Ademais, a flor de maio, possui esse nome devido ao fato de florescer nessa época do ano. A floração dura entre 15 a 20 dias. As pétalas de suas flores possuem coloração variada, incluindo degradê.

É uma planta encontrada em apartamentos, casas, que possui flores belas podendo ser utilizadas para decorar os ambientes. 

No entanto, o fato dela ser fácil de se manusear, de lidar, não tira a sua valorização nos espaços, nas residências. Elas são bem simples durante a maior parte do ano, mas chega a época de sua floração ela literalmente explode em cores transformando o ambiente onde ela está.

Neste sentido, após ela florescer, ela murcha e passa o ano inteiro se recuperando, se preparando para mostrar a sua beleza novamente. A sua variedade de cores também é um atrativo para se ter uma flor de maio em casa.

É uma planta encontrada em apartamentos, casas, que possui flores belas podendo ser utilizadas para decorar os ambientes.

É uma planta encontrada em apartamentos, casas, que possui flores belas podendo ser utilizadas para decorar os ambientes.



12. Hera

A hera, também conhecida por muitos como trepadeira, por se agarrar às diversas superfícies para crescer e se sustentar, é uma planta que poderá plantar no interior do seu apartamento. É geralmente utilizada para revestir paredes, muros ou árvores, mas também é popular como planta ornamental dentro de casas.

A hera é das poucas plantas que teve origem na Europa e que pode ser cultivada dentro de casa. Existem muitas variedades de hera, mas apenas duas, a Hedera helix (hera comum) e hera canariensis, são adequadas para crescer no interior.

As folhas destas plantas são de coloração verde escura e brilhante e as suas flores são hermafroditas e pequeninas, possuindo coloração amarelo-esverdeada. O período de floração ocorre entre setembro e outubro. 

A hera, também conhecida por muitos como trepadeira, por se agarrar às diversas superfícies para crescer e se sustentar, é uma planta que poderá plantar no interior do seu apartamento. É geralmente utilizada para revestir paredes, muros ou árvores, mas também é popular como planta ornamental dentro de casas

A hera, também conhecida por muitos como trepadeira, por se agarrar às diversas superfícies para crescer e se sustentar, é uma planta que poderá plantar no interior do seu apartamento. É geralmente utilizada para revestir paredes, muros ou árvores, mas também é popular como planta ornamental dentro de casas






13. Corações emaranhados

Como o seu nome sugere, corações-emaranhados é uma planta que tem como principal característica o formato de suas folhas.

Dessa forma, diversos corações descem em um caule que pode chegar a 4 metros de comprimento. Sendo perfeito para a decoração em vasos suspensos, trazendo uma beleza inexplicável para o ambiente.

A folha dos corações-emaranhados possui uma tonalidade verde escuro e um efeito marmorizado em branco, extremamente elegante. Ao longo dos meses mais quentes é possível observar o nascimento de flores em tons de rosa e roxo, que ainda produzem fruto, porém caem com bastante facilidade.

Essa planta é uma ótima opção para a decoração de ambientes internos e até mesmo exteriores, desde que sejam cobertos. E, apesar de ser uma suculenta, como é possível observar em suas folhas que são mais grossas para o armazenamento de água, não resiste ao sol intenso durante todo o dia. 

Essa planta é uma ótima opção para a decoração de ambientes internos e até mesmo exteriores, desde que sejam cobertos. E, apesar de ser uma suculenta, como é possível observar em suas folhas que são mais grossas para o armazenamento de água, não resiste ao sol intenso durante todo o dia.

Essa planta é uma ótima opção para a decoração de ambientes internos e até mesmo exteriores, desde que sejam cobertos. E, apesar de ser uma suculenta, como é possível observar em suas folhas que são mais grossas para o armazenamento de água, não resiste ao sol intenso durante todo o dia.



14. Chifre-de-veado

O chifre de veado é uma planta pendente, como a samambaia. Fazendo jus ao seu nome popular, a chifre-de-veado apresenta longas folhas verdes bifurcadas e pontiagudas. O visual dessa planta não passa despercebido e impressiona com seu formato exótico na decoração.

Sobre elas, há pontinhos brancos que lembram uma neve ralinha. Se for bem cuidada, pode durar mais de dez anos e chegar a medir um metro e meio. Embora seja uma planta que gosta de sol, deve ficar à sombra, por ser produzida em local frio, pegando somente o sol da manhã, para que não fique queimada. 


O chifre de veado é uma planta pendente, como a samambaia. Fazendo jus ao seu nome popular, a chifre-de-veado apresenta longas folhas verdes bifurcadas e pontiagudas. O visual dessa planta não passa despercebido e impressiona com seu formato exótico na decoração.

O chifre de veado é uma planta pendente, como a samambaia. Fazendo jus ao seu nome popular, a chifre-de-veado apresenta longas folhas verdes bifurcadas e pontiagudas. O visual dessa planta não passa despercebido e impressiona com seu formato exótico na decoração.






15. Ripsális-serrote

A Ripsalis Serrote é uma espécie pendente para quem ama plantas de formatos únicos e originais. Mantenha a plantinha em local de boa luminosidade e regue-a de modo a manter o solo sempre umedecido.

Encontrado na Argentina, no Brasil e em alguns pontos da Bolívia, é uma espécie de rara beleza: de seus caules pendentes serrilhados surgem pequenas flores brancas, muito perfumadas.

Essa espécie merece ficar em lugares altos, para que o efeito pendente possa ser totalmente apreciado! Escolha prateleiras em que você possa apoiar o vaso ou cachepô ou suportes altos.

A Ripsalis Serrote é uma espécie pendente para quem ama plantas de formatos únicos e originais. Mantenha a plantinha em local de boa luminosidade e regue-a de modo a manter o solo sempre umedecido.

A Ripsalis Serrote é uma espécie pendente para quem ama plantas de formatos únicos e originais. Mantenha a plantinha em local de boa luminosidade e regue-a de modo a manter o solo sempre umedecido.



16. Dólar em penca

A planta Dólar (Plectranthus nummularius), também muito conhecida em algumas regiões como a Planta do Dinheiro, é uma das melhores plantas para se ter em vasos suspensos, seus galhos caem para fora do vaso e sua bela folhagem se destaca dando vida a qualquer ambiente. Possui folhas ovais, glabras, brilhantes e com bordas denteadas. 

São ideais para compor cortinas em cascatas, se deixada crescer pendente, ou mesmo em cachepôs ou beirais de janelas, além de servir também como forração.

Leia mais sobre a dólar em penca clicando AQUI

A planta Dólar (Plectranthus nummularius), também muito conhecida em algumas regiões como a Planta do Dinheiro, é uma das melhores plantas para se ter em vasos suspensos, seus galhos caem para fora do vaso e sua bela folhagem se destaca dando vida a qualquer ambiente. Possui folhas ovais, glabras, brilhantes e com bordas denteadas.

A planta Dólar (Plectranthus nummularius), também muito conhecida em algumas regiões como a Planta do Dinheiro, é uma das melhores plantas para se ter em vasos suspensos, seus galhos caem para fora do vaso e sua bela folhagem se destaca dando vida a qualquer ambiente. Possui folhas ovais, glabras, brilhantes e com bordas denteadas.






17. Véu de noiva

O véu de noiva é uma planta pendente, ou seja, que possui um caimento natural, além de ser florífera e muito utilizada no ornamento de casas e jardins por florir durante todo o ano, garantindo sempre uma bela decoração quando saudável e bem cuidada. A véu de noiva planta cresce muito bem em ambientes quentes e úmidos, sendo ideal para plantio em regiões tropicais.

A planta possui ramos finos e abundantes, flores brancas, pequenas e delicadas com uma característica constante que é a de possuir apenas 3 pétalas, flores essas que nascem durante todo o ano. Suas folhas são também pequenas e finas, com tonalidade verde-escura. Apesar de ter aparência delicada em razão se suas folhas e flores pequenas, a véu de noite cresce bastante, podendo chegar até um metro e tendo um bonito caimento ocasionado pelo peso de seus ramos.

O cuidado com a véu de noiva é bastante simples e exige apenas cuidados básicos como a rega, adubação e cuidado com o ambiente na qual será plantada, afinal, é uma espécie originária de locais quentes e úmidos que não suporta o frio de um inverno intenso e não lida bem com a falta de água.

O véu de noiva é uma planta pendente, ou seja, que possui um caimento natural, além de ser florífera e muito utilizada no ornamento de casas e jardins por florir durante todo o ano, garantindo sempre uma bela decoração quando saudável e bem cuidada.

O véu de noiva é uma planta pendente, ou seja, que possui um caimento natural, além de ser florífera e muito utilizada no ornamento de casas e jardins por florir durante todo o ano, garantindo sempre uma bela decoração quando saudável e bem cuidada.



18. Cipó Imbé

Também conhecido como filodendro, essa espécie é muito versátil: o imbé pode ser cultivada tanto na sombra quanto em meia sombra (só não aguenta sol forte o dia todo, que deixa suas folhas amareladas) e fazer as vezes de trepadeira ou de forração. Por seu crescimento invasivo, necessita de podas constantes para que não impeça plantas menores de receber sol.

Este é um dos representantes mais populares de um gênero com mais de 500 espécies de filodendro, a maioria oriunda de regiões tropicais das Antilhas às América Central e do Sul. Quando um imbé muito antigo floresce, suas flores são discretas, sem pétalas e ficam praticamente escondidas pela folhagem.

Num ambiente de umidade abundante e sem incidência direta do sol, o imbé ficará mais verde e com folhas maiores e mais lustrosas. Essa espécie é tão resistente que se desenvolve bem mesmo a sol pleno, ainda que o excesso de luminosidade deixe sua folhagem amarelada e quebradiça. 

Mas atenção: todas as partes da planta são tóxicas se ingeridas por crianças ou animais de estimação.

Também conhecido como filodendro, essa espécie é muito versátil: o imbé pode ser cultivada tanto na sombra quanto em meia sombra (só não aguenta sol forte o dia todo, que deixa suas folhas amareladas) e fazer as vezes de trepadeira ou de forração.

Também conhecido como filodendro, essa espécie é muito versátil: o imbé pode ser cultivada tanto na sombra quanto em meia sombra (só não aguenta sol forte o dia todo, que deixa suas folhas amareladas) e fazer as vezes de trepadeira ou de forração.






19. Gerânio pendente

O Gerânio Pendente é uma herbácea, pertence à família Geraniaceae, nativo da África, perene, suculento, pendente, de ramos articulados, de até 1,5 metro de comprimento e muito ornamental.

Possui olhas carnosas com cinco recortes e de 5-8 cm de diâmetro. Inflorescências de hastes longas e pendentes com várias flores simples ou dobradas em diversas cores. Surgem principalmente na primavera-verão.

Usado na decoração de jardins, em conjunto como forração de solo, mas tem sua beleza destacada em vasos e jardineiras como planta pendente.

O solo deve ser fértil, rico em matéria orgânica, enriquecido com farinha de osso e bem drenável.

As regas devem ser regulares e de preferência pela manhã, para dar tempo do solo secar antes do por do sol, evitar molhar flores e folhas.

O Gerânio Pendente é uma herbácea, pertence à família Geraniaceae, nativo da África, perene, suculento, pendente, de ramos articulados, de até 1,5 metro de comprimento e muito ornamental.

O Gerânio Pendente é uma herbácea, pertence à família Geraniaceae, nativo da África, perene, suculento, pendente, de ramos articulados, de até 1,5 metro de comprimento e muito ornamental.

O Gerânio Pendente é uma herbácea, pertence à família Geraniaceae, nativo da África, perene, suculento, pendente, de ramos articulados, de até 1,5 metro de comprimento e muito ornamental.



20. Violeta pendente

A Violeta pendente – Streptocarpus saxorum é uma herbácea, pertence à família Gesneriaceae, nativa do Quênia e da Tanzânia, perene, suculenta, com crescimento rápido, de até 30 cm de comprimento e muito ornamental.

As hastes jovens são flexíveis, porém com a idade tornam-se amadeiradas.

Folhas pequenas, carnudas, elípticas a ovais, verde escuras, de 2-3 cm de comprimento e com veios muito pronunciados.

Inflorescências nas pontas dos pedúnculos, estruturas finas e longas, semelhantes a arames, que se desenvolvem a partir das folhas. As flores são pequenas, simples em tubo branco contrastando com lobos lilás e violeta. Os três lobos da pétala inferior são maiores que os dois superiores. Surgem na primavera-verão.

Indicada como planta pendente em canteiros, vasos e cestas suspensas, protegidas de sol direto e correntes de ar; também se adapta em ambientes internos.

As regas devem ser regulares, mantendo o solo levemente úmido. O solo encharcado provoca a podridão radicular e infecções fúngicas. Deve ser regada na base para evitar água parada em suas folhas ou flores

Violeta pendente

Violeta pendente

Violeta pendente






21. Brinco de princesa

O brinco de princesa, uma flor que chama a atenção por seu formato e delicadeza, e nasceu de estudos genéticos feitos por especialistas. Por ser muito parecida com um brinco, acabou ganhando este nome, entretanto você também escuta por aí outras denominações, como agrado e fúcsia.

O brinco de princesa é um arbusto que produz belas flores pendentes, além disso, uma das suas características que atrai a atenção dos apaixonados por jardinagem é seu fácil cultivo. De origem nativa da Mata Atlântica, ela nasceu das hibridações e trocas genéticas realizadas com diferentes espécies.

Conhecida por ser uma planta ornamental, a sua cor de destaque é o vermelho com violeta, mas ainda existem outros tons da espécie. Outro motivo para cultivar essas flores é que são ricas em néctar e atraem beija-flores para o seu jardim.

A planta não requer tantos cuidados, porém existem regras básicas para que ela floresça e tenha um desenvolvimento saudável, entre elas a iluminação. O ideal é que o vaso receba os primeiros raios de sol de forma direta e depois fique em um local a meia-sombra, de preferência arejado.

O brinco de princesa é um arbusto que produz belas flores pendentes, além disso, uma das suas características que atrai a atenção dos apaixonados por jardinagem é seu fácil cultivo. De origem nativa da Mata Atlântica, ela nasceu das hibridações e trocas genéticas realizadas com diferentes espécies.

O brinco de princesa é um arbusto que produz belas flores pendentes, além disso, uma das suas características que atrai a atenção dos apaixonados por jardinagem é seu fácil cultivo. De origem nativa da Mata Atlântica, ela nasceu das hibridações e trocas genéticas realizadas com diferentes espécies.



22. Flor de cera 

A flor de cera é considerada uma planta ornamental e chama a atenção devido ao formato estrelado das suas flores, se destacando bastante pela sua aparência. Elas possuem coloração cor de rosa no centro, são pequenas e têm hastes longas, que contribuem para formar uma espécie de bola.

Assim, é bastante usada em decorações de interiores e possui um aroma adocicado que geralmente se torna mais acentuado durante a noite. É nativa da Ásia e se desenvolve em clima mediterrâneo. Sua floração ocorre nos meses de verão e se estende até a primavera.  

A flor de cera exige atenção quanto ao recipiente do plantio, o solo ideal, a quantidade adequada de umidade e luz do sol e quanto às podas.

Ela se adapta facilmente em recipientes como vasos e floreiras. Entretanto, elas precisam de um suporte similar ao de plantas de grande porte em todos os seus caules. Em geral, os fios de arame são usados pra cumprir essa função e garantir a sustentação que a trepadeira precisa para crescer corretamente.

Vale citar que também existe a possibilidade de plantar a flor de cera em vasos suspensos, algo que é bastante comum quando o cultivo ocorre com propósitos decorativos. Esses recipientes oferecem a sustentação adequada para o bom desenvolvimento da trepadeira.

Vale citar que também existe a possibilidade de plantar a flor de cera em vasos suspensos, algo que é bastante comum quando o cultivo ocorre com propósitos decorativos. Esses recipientes oferecem a sustentação adequada para o bom desenvolvimento da trepadeira.

Vale citar que também existe a possibilidade de plantar a flor de cera em vasos suspensos, algo que é bastante comum quando o cultivo ocorre com propósitos decorativos. Esses recipientes oferecem a sustentação adequada para o bom desenvolvimento da trepadeira.

Aproveite e leia também:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

PESQUISE AQUI