Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes - Pra Quem Tem Estilo

Post Top Ad

quinta-feira, 26 de março de 2020

Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes

Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes, entre as modalidades, está a prática de espalhar vírus em equipamentos eletrônicos para extrair dados dos usuários e até extorquir dinheiro de vítimas com falsa ajuda do governo.


Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes


Em uma delas, as pessoas são levadas a informar os números do cartão de crédito para realizar um exame que supostamente detectaria o coronavírus

Em outro golpe, as vítimas teriam de clicar no que seria um mapa da doença pelo mundo, mas quem clica pode ter o celular bloqueado.


Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes


Os aplicativos são criados com base em informações da Organização Mundial da Saúde e disponibilizados em lojas de aplicativos. Segundo o especialista em crimes virtuais Ronaldo Prass, os falsários pedem dinheiro para liberar o aparelho.(Fonte g1.globo.com)




"Quando o usuário baixa o aplicativo, precisa liberar algumas permissões para que funcione. Na verdade, elas farão com que o aplicativo criptografe a memória do celular. Ou seja, vai embaralhar digitalmente, e os criminosos vão usar esses dados para obter dinheiro para liberar essas informações", explica.

As fraudes mais comuns exploram a crise econômica gerada pela pandemia. Elas usam a ajuda anunciada pelo governo, de R$ 200 por autônomo, para espalhar mensagens sugerindo que os trabalhadores cliquem em um link para se cadastrar. 


Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes


Existe, ainda, um outro golpe, em que uma fábrica de bebidas supostamente distribuiria álcool gel para a população. Ao clicar nas palavras "continue lendo", em vez de ir para a continuação da mensagem, a vítima é direcionada para um site que pode roubar informações pessoais.




"Os criminosos sempre buscam, mandando essas mensagens, furtar os dados das pessoas com o objetivo de aplicar algum tipo de golpe futuro."


Em outra mensagem compartilhada pelo WhatsApp, a promessa é de acesso gratuito à Netflix, que nestes tempos de isolamento social estaria entregando uma quantidade limitada de passes gratuitos para ajudar a levar entretenimento a quem está em casa. Tudo, é claro, não passa de mentira, numa tentativa de disseminar ataques e obter informações pessoais dos incautos.


Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes


A mensagem tem um tom de urgência, afirmando que a oferta só dura dois dias, enquanto o acesso ao site mantém essa ilusão com um contador falso que exibe um número de supostas contas grátis. 




Como sempre acontece em tentativas desse tipo, o recebimento da suposta oferta inclui uma série de perguntas a serem respondidas pelo usuário, todas sobre o coronavírus. Independentemente da resposta, o utilizador é contemplado pela "oferta", que para ser validada exige o compartilhamento com 10 contatos, por meio do WhatsApp, e o cadastro de uma conta de e-mail.

 O ideal é manter a atenção para mensagens compartilhadas por e-mail ou mensageiros instantâneos, evitando clicar em links mesmo que eles venham de contatos conhecidos.


Golpistas se aproveitam da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes




Vale a pena checar o endereço dos sites e comparar com os oficiais, já que golpes desse tipo jamais virão de e-mails ou páginas realmente ligadas às empresas. Caso desconfie da veracidade de uma oferta, vale a pena checar diretamente a existência dela com os responsáveis e jamais entregar dados pessoais em páginas desse tipo.


Aproveite e leia também:


01. Utilize o WhatsApp Business com seu número de telefone fixo









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também: